Socialize

RSS Feed

Antígona: Mulheres em Fragmentos – Sófocles na ótica de alunas de Teatro da UERGS

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...
1.171 acessos

Antigona_Mulheres_em_Fragmentos

Antígona: Mulheres em Fragmentos será apresentada na próxima sexta-feira, 19 de junho, às 18h30min, na Praça dos Ferroviários, no Centro de Montenegro.

(Montenegro é a cidade pela qual deixei Porto Alegre, com meus filhos, há um ano e meio, em busca de mais tranquilidade e qualidade de vida, como muitas de vocês já sabem. Super-recomendo virem conhecer! Uma cidade calma e relativamente pequena, onde manifestações artísticas são constantes, ao que se deve a alcunha de Cidade das Artes. Fica a de 66km de Porto Alegre. Leva menos de uma horinha pra chegar aqui. Da pra vir, assistir a Peça e voltar pra POA, bem de boas.)

Antígona: Mulheres em Fragmentos é a releitura de Antígona de Sófocles na ótica das alunas do Curso de Graduação em Teatro (Licenciatura), da UERGS (Universidade Estadual do Rio Grande do Sul). A adaptação do texto fica por conta das próprias alunas Fernanda Stürmer (Diretora), Luana Camila Marasca, Marisol Rommel e Pâmela Fogaça (Atrizes) e a peça é o resultado do trabalho de conclusão do componente curricular Prática de Encenação Teatral do curso.

Ontem à tarde assisti o ensaio da Peça, a pedido da minha filha Gertha, de 7 anos (que faz Oficina de Teatro na Fundarte e ama as Artes Cênicas). Estávamos passando pela Praça dos Ferroviários, onde a Peça será encenada, quando Gertha percebeu a movimentação e pediu para pararmos para assistir.

Ela e Gregor (meu filho, 5 anos), perseguiram as atrizes de um lado para o outro pela Praça, visto que estas se utilizam de todo o espaço da Praça para a dinâmica da peça. Lá pelas tantas, o grupo se aproximou de onde eu estava sentada e a densidade da atuação das moças me chamou atenção e também me fez chorar. Aí fui atrás delas pra saber quem elas eram e quando apresentariam a peça, afinal não é bem assim pra me arrancar lágrimas…

Conforme me informou a Diretora Fernanda Stürmer,

Antígona: Mulheres em Fragmento conta a história de três mulheres da rua que recriam em seu universo a história de Antígona, filha de Édipo que, na tragédia de Sófocles, desafiou a ordem estabelecida para honrar a morte de seu irmão Polinice. O amor, o medo, a vida e a morte perpassam o cotidiano de uma praça, onde o trágico e o cômico se entrelaçam.

A partir de improvisações e da relação com a praça, adaptamos algumas cenas. Escolhi esse texto pela sua profundidade poética e temática, e também pela sua atualidade: Antígona enfrenta o poder pelo direito de enterrar o irmão. E morre por isso. Muitas mulheres enfrentaram a ditadura em busca de seus filhos e companheiros desaparecidos políticos. Hoje em dia, os assassinatos indiscriminados nas periferias também acontecem. Os episódios que nos inspiram são: Zuzu Angel e o Caso Amarildo.
Pra quem não sabe ou não lembra, Zuzu Angel, a famosa estilista brasileira, tornou-se notória internacionalmente, pelas suas incessantes buscas ao filho Stuart Angel Jones, militante, morto pelo Governo e transformado em “desaparecido político” na época da Ditadura Militar (sabe, aquela da qual tem gente que diz “ter saudades”?! O.o) – fato confirmado no ano passado (2014) pela polêmica Comissão Nacional da Verdade – Wikipedia.
Já o Caso Amarildo, bastante recente, creio que ninguém ainda esqueceu: Amarildo era aquele ajudante de Pedreiro que “desapareceu”, na Favela da REocinha, no RJ, em 14 de Julho de 2013, durante as frequentes manifestações sociais ocorridas em nosso País. Fato “curioso”: Amarildo “Desapareceu” após ser detido pela Polícia… Seu desaparecimento, desde então, tornou-se um símbolo nacional de abuso de poder e da autoridade policial.
Achei muito legal o contraste entre a obra original de Sófocles com a situação atual de tantos entes queridos cujas famílias, Assim como Antígona, também tiveram vetado o seu direito de enterrar seus mortos conforme o costume de cada cultura.
Como dá pra ver, a Peça Antígona: Mulheres em Fragmentos não é coisa pouca. Pelo ensaio percebe-se o talento da gurias, e ouso dizer que o troço está IMPERDÍVEL!Eu vou e vou levar os filhotes, com toda certeza! E já tô convidando azamiga! Apareçam por lá, vocês também! <3
Mais detalhes, na página do evento Antígona: Mulheres em Fragmentos, no facebook.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicado por em 17 de junho de 2015. Arquivoado em Destaque,Iniciativas Femininas,Notícias. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *