Socialize

RSS Feed

Sororidade no Clip da música Try de Colbie Caillat

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...
2.668 acessos

Colbie_Caillat_Try

Eu nunca tinha dado muita atenção às músicas da cantora/compositora Norte-americana Colbie Caillat, mas o clip da música Try não teria como me passar despercebido! É sororidade pura! Lindo de viver. Até chorei quando vi pela primeira vez.

Em tempos de lamentáveis declarações públicas de anti-feminismo de algumas mulheres (que obviamente não sabem e/ou não entendem o que é Feminismo – Pô!!! Tem na Wikipedia, até! Se não sabe é por falta de interesse!), fiquei muito, muito feliz de ver uma cantora pop, que faz trilha sonora de novela, e que, portanto, é acessível aos mais variados públicos, utilizar a sua popularidade para dar visibilidade à uma causa tão digna e importante como a desconstrução da objetificação da mulher, através do questionamento da utilidade/necessidade/eficácia da mulher conceder importância exagerada à estética, ao moldar-se aos padrões estéticos midiáticos, ou ao deprimir-se por não alcançá-los.

Entendam, machões e mocinhas defensoras da fragilidade feminina, que não estamos defendendo o fim da vaidade ou a sua proibição. Defendemos, sim, o fim da obrigatoriedade da beleza constante. O fim da supervalorização da beleza feminina.

Sim, o que é belo agrada aos olhos. É sempre bom olhar para algo bonito. Mas desde quando o natural deixou de ser bonito? E desde quando que a beleza passou a ser e até quando será o adjetivo primordial na existência de uma mulher?

A magreza, o uso da maquiagem, o salto alto, a depilação, a unha feita, essa ou aquela roupa devem ser uma opção da mulher, não uma obrigação, jamais uma imposição social.

E essa é a crítica feita por Colbie Caillat na música Try, onde ela cita todo o ritual de beleza de uma mulher para ser gostada. Mas ela é gostada por fazer tudo isso? Ou isso ainda não é o suficiente? Vale a pena viver se esforçando e empreendendo tempo para ser quem os outros esperam que tu sejas, ao invés de seres quem és, de verdade?

Na sororidade mulheres se abraçam, se acolhem, se integram, se unem e se aceitam. Aprendem umas com as outras, e aprendem com suas diferenças. Sororidade é ensinar umas às outras a se amarem como são e buscar o seu melhor e o melhor das outras, com menos cobrança, menos expectativas e mais solidariedade, empoderamento e harmonia.

E foi isso que Colbie Caillat fez no clip de sua música Try! Nele a cantora e as modelos que aparecem no clip tiram apliques de cabelo, filtros de imagem e maquiagem e cantam para as mulheres que elas não precisam se esforçar tanto para tentar ser o que não são, para alcançar expectativas alheias, convidando para que se gostem como são.

Adorei! Achei lindo! <3

Para quem quiser letra e tradução, é só acessar Try no Vagalume!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicado por em 19 de agosto de 2014. Arquivoado em Destaque,Feminismo,Iniciativas Femininas,Música. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Uma resposta para Sororidade no Clip da música Try de Colbie Caillat

  1. Emanuel Mendonca

    4 de novembro de 2014 at 5:05

    Gostei muito das tuas musicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *