Socialize

RSS Feed

Quem é Birgitta Jónsdóttir – a mulher que está causando dor-de-cabeça aos EUA

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...
3.079 acessos

Se já ouviste falar no nome Birgitta Jónsdóttir, deve ser porque a moça em questão é uma ex-participante do WikiLeaks – organização Internacional sem fins lucrativos que trás à tona, através de fontes anônimas, fatos, documentos, vídeos e outras mídias que não deveriam chegar aos nossos olhos e ouvidos. Desde 2006 sob o registro de wikileaks.org, o WikiLeaks veio a tomar as proporções atuais quando em Abril de 2010 postou em um site chamado Collateral Murder, um video de um incidente de 2007 no qual civis Iraquianos e jornalistas foram mortos pelas forças armadas Norte Americanas. Atualmente, Birgitta Jóndóttir é membro do Parlamento Islandês.

Antes de Birgitta Jónsdóttir, em Abril de 2009, se tornar membro do Parlamento, ela trabalhou como escritora, artista, ativista, desenvolvedora web e designer. Birgitta é tudo, menos um político tradicional. Ela não pensa na política como algo além de sua vida cotidiana. Ser político é ter opiniões. Toda pessoa tem a oportunidade de mudar o mundo. E este é o fio com o qual Birgitta tece sua vida.

Parte deste texto, bem como a imagem abaixo – tirinha by Birgitta Jónsdóttir, na qual se clica para ter acesso ao restante do site – integram o this.is/birgitta, site oficial da Membro do Parlamento Islandês para o Movimento e Membro dos seguintes Comitês Parlamentares: Comitê de Relações Internacionais, Comitê do Meio Ambiente,  Comitê de Aplicação da União Européia, Comitê de Comissão da Verdade e Comitê da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte – organização internacional formada por EUA, Canadá, Grã-Bretanha e outros países Europeus que acordaram entre si de um apoiar o outro em caso de ataques. A Otan afirma manter uma reduzida quantia de modernas armas nucleares para garantir a paz.). E sugiro: reserve um bom tempo para dar atenção ao trabalho desta mulher.

O site de Birgitta Jónsdóttir é, de acordo com o nele mesmo descrito, uma espécie de trabalho artístico da vida em movimento. Interessante e bastante complexo, formado por fotos e suas legendas/poemas/histórias, sua biografia, seu único livro “Wake Up” – do qual existem apenas 100 exemplares numerados, cada um com uma mensagem única, caligrafada pela autora, escondida entre suas páginas, relatos de ativismo, frases que nos induzem a tal e um sem-fim de conteúdo, só entrando no site e ficando por lá algumas horas para ir descobrindo as inúmeras fontes de como fazer sua parte para mudar o mundo.

Atualmente Birgitta anda sendo atormentada por membros do governo americano que querem, a todo o pano, ter acesso ao seu twitter, mensagens pessoais, emails e tudo o mais de privado que a moça possa ter. Querem “despi-la em praça pública”! Birgitta faz cara de pouco caso e diz não ter nada a esconder. Mas argumenta a falta de respeito com sua privacidade e incrimina os Estados Unidos de estarem tentando criminalizar algo que NÃO É CRIME: o direito dos civis à fazerem DENÚNCIAS, de se MANIFESTAREM publicamente e delatar ilegalidades cometidas, com frequencia, por quem deveria ser representante das leis.

Se a minha vida inteira eu sempre disse que nunca fui fã de ninguém, Birgitta Jóndóttir foi quem mais conseguiu me fazer chegar perto disso!

Que sua coragem e ativismo sirvam de exemplo à muitas pessoas e PRINCIPALMENTE, à muitas MULHERES, pois o mundo CARECE de NOSSA AÇÃO!

ACORDEM!!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicado por em 17 de janeiro de 2011. Arquivoado em Destaque,Feminismo,Mundo,Notícias. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *